Luigi Rotunno

Consumo consciente e sustetabilidade, você aplica na sua empresa?

0 88

Depois de um primeiro curso de capacitação que envolveu 100% dos colaboradores dos quase 420 membros do La Torre Resort, foi assinado um Termo de Acordo e Compromisso – TAC comprometendo-se com o “Uso e Consumo Consciente”.

“ Nós, colaboradores do La Torre Resort All Inclusive, da Praia do Mutá – Porto Seguro – Bahia, na condição de profissionais conscientes de nossas responsabilidades com a sustentabilidade do meio ambiente, o bem estar de todos e o sucesso da empresa, nos comprometemos a fazer o uso e o consumo consciente de nossos recursos, sejam eles naturais ou de qualquer espécie, pois temos a certeza de quanto isso é fundamental para garantir as condições de sobrevivência da empresa e de todos nós.”

As capacitações oferecidas têm o objetivo de sensibilizar cada colaborador das consequências do mau uso de suas ferramentas, material, alimentos e fontes de energias. A sustentabilidade é, acima de tudo, coletividade! Não temos como pensar em resultados eficientes em matéria de meio ambiente, qualidade de vida e redução de custos, se não pensarmos de forma ampla, trazendo o debate ao nosso dia-a-dia. Ter um comportamento sustentável significa, principalmente, contagiar as pessoas ao seu redor a ter esse mesmo modo de viver, onde pequenos gestos realizados por um grande número de pessoas são capazes de promover grandes transformações.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, o consumidor consciente é aquele que, ao escolher seus produtos, leva em conta a preservação do meio ambiente, a saúde humana e animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca. O consumidor consciente sabe que pode ser um agente transformador da sociedade por meio dos seus hábitos de consumo; sabe que esses atos impactam e que, mesmo um único indivíduo, ao longo de sua vida, produzirá um impacto significativo na sociedade e no meio ambiente.

01 alterada

Por meio de cada ato de consumo, o consumidor consciente busca o equilíbrio entre a sua satisfação pessoal e a sustentabilidade, maximizando as consequências positivas e minimizando as negativas através de suas escolhas. Não apenas para si mesmo, mas também para as relações sociais, a economia e a natureza. Além disso, o consumidor consciente valoriza as iniciativas de responsabilidade socioambiental das empresas, dando preferência às companhias que mais se empenham na construção da sustentabilidade por meio de suas práticas cotidianas. O consumo consciente pode ser praticado no dia-a-dia, por meio de gestos simples que levem em conta os impactos da compra, uso, ou descarte de produtos ou serviços, ou pela escolha das empresas das quais comprar, em função de seu compromisso com o desenvolvimento sócio-ambiental.

O Instituto Akatu elaborou um Decálogo do Consumo Consciente que valoriza: os produtos duráveis mais do que os descartáveis ou de obsolescência acelerada; a produção e o desenvolvimento local mais do que a produção global; o uso compartilhado de produtos mais do que a posse e o uso individual; a produção, os produtos e os serviços mais sócio-ambientalmente sustentáveis; as opções virtuais mais do que as opções materiais; o “não-desperdício” dos alimentos e produtos, promovendo o seu aproveitamento integral e o prolongamento da sua vida útil; a satisfação pelo uso dos produtos e não pela compra em excesso; produtos e escolhas mais saudáveis; as emoções, as ideias e as experiências mais do que os produtos materiais; e a cooperação mais do que a competição.

“Dizer para a classe média, recém-chegada ao mercado do consumo, que ela não pode consumir, além de idiotice, é injusto. Mas é possível dizer para essas pessoas que existe um consumo mais inteligente. É preciso informação para se consumir de outra forma e que a população seja estimulada para isso. É disso que se trata essa transformação que os dez itens propõem”, explicou o presidente do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, Helio Mattar.

E não esqueçam: consumidor consciente privilegia empresas conscientes e empresas conscientes são formadas por colaboradores consumidores conscientes!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.