Luigi Rotunno

Festa de São Brás no Quadrado de Trancoso

0 27

Está chegando mais uma Festa de São Brás. Os festeiros já se reúnem há meses para organizar cada detalhe, levantar recursos, elaborar programação, contratar equipes de trabalho e os ofícios já foram encaminhados aos diversos órgãos públicos diretamente e indiretamente envolvidos com o evento.

A antiga Aldeia São João Batista dos índios – Missão Jesuítica – transformada por ato régio, em 1759 em Vila Nova Trancoso, manteve tradições milenares da cultura dos povos que ali passaram. Apesar de “descoberta” por viajantes apaixonados pela vida alternativa nos anos 70, vindos a partir da abertura da BR 101 e, nos anos 80, a chegada da luz elétrica, as crenças e costumes passaram de geração em geração, preservando uma rica herança cultural responsável por tornar Trancoso um vilarejo tão singular. Entre essas culturas, a adoração a São Brás, o santo que dedicou sua vida terrena a curar pessoas e salvar vidas.

Esse evento tem o apreço de nativos e viajantes e a participação maciça de moradores que vieram de outras localidades. Apaixonados por cada traço preservado por essa comunidade, os chamados “festeiros” são os anfitriões da Festa de São Brás, realizada anualmente no Quadrado de Trancoso e na Igreja de São João Batista.

Os instrumentos com couro legítimo, os mastros sagrados pintados à mão do artista que os faz há mais de 20 anos, o quadro sobre o mastro, a camisa personalizada… Cada ano é um desafio para artistas como Damião Vieira, Valquito Lima e Pato Rammsy que dão cor e forma a essa festa manifestação de fé e amor. Informações dos artistas, a programação do evento, os cânticos tradicionais e galerias de imagens, podem ser acessados através do site:  trancososaobras.com.br  . Visite e compartilhe!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.